28/10/2014

Brown Eyes: Capitulo 2: Let Me Help You

Um comentário:



As marcas nos pulsos de Demi fizeram os pensamentos de Niall ecoarem e ao mesmo tempo era como se seu mundo estivesse como as torres gêmeas no 11 de setembro. A menina que ele amava sofria em silêncio e ele não podia fazer nada, porque ela deveria pensar que ele era um completo idiota, mas na verdade só as atitudes dele pra parecer alguém legal na escola.

As mesmas palavras poderiam ser ditas sobre Harry ao ver os pulsos de Louis que também estavam marcados. Ninguém poderia saber, nem mesmo a pessoa que ele mais confia no mundo que ele era completamente apaixonado por Louis Tomlinson, e nem a garota mais linda que ele tinha ficado, poderiam ter tamanha beleza e significado pra Harry, mas como ele tinha uma imagem, ele batia nos indefesos e com Louis, só que mais levemente.

Quando voltou a si, seus olhos verde esmeralda olhavam arregalados pro chão e involuntariamente saiu correndo até o banheiro masculino a procura de Tomlinson, que ainda não saíra de lá. Aquele lugar estava vazio, um pouco escuro (pelas luzes que já não acendiam) e com pequenas poças de água pelo chão. Ecoava no banheiro, o barulho de um garoto chorando tentando não fazer barulho. Harry saiu cabine por cabine abrindo as portas e dando de cara com nada, até que abriu uma e viu Louis sentado no chão tentando abrir alguns cortes, alguns até abertos já.

Aquela cena foi como um soco de realidade pra Styles, e ele enxergou o quão idiota ele foi todo esse tempo fazendo com que as pessoas se sentissem diminuídas por atitudes dele.

- Tomlinson – disse Harry com uma voz autoritária – PARE DE TENTAR SE MACHUCAR AGORA!

- Por quê? Você vai querer fazer isso por mim – respondeu Louis em tom irônico

- Não Louis, sabe, eu percebi o quão idiota eu fui todo esse tempo te machucando verbalmente e fisicamente, e ver seus cortes foi como um choque de realidade pra isso – dizia Harry com uma voz de choro que queria rapidamente ser disfarçada.

- Que bom, Styles, eu espero de verdade que tenha aprendido com essas marcas o que você pode causar nas pessoas toda vez que você a chama de “nerd babão” ou “viadinho”. O que pode causar nas pessoas toda vez que você dá um soco em suas barrigas por motivos fúteis ou inexistentes. – disse Louis desabando em lágrimas

- Se levanta, me deixa eu te ajudar – disse Harry estendendo a mão em sinal de ajuda.

Louis ficou com receio de aceitar ajuda da pessoa que ele mais sofreu e amou ao mesmo tempo, mas os olhos de Harry realmente passavam seu arrependimento, então ele aceitou.

Segurando nos pulsos de Louis levemente, Harry o levou até a pia do banheiro e pôs os pulsos ensanguentados e feridos de baixo da água corrente, ao lado, tinha um vidro de sabonete líquido de lavar as mãos, então ele pegou e borrifou dois pingos na palma da mão.

- Espero que essa coisa não esteja vencida! – exclamou Louis massageando com aquele sabonete as feridas de Louis.

Nessa hora o sinal da escola tocou, mas Harry não se importou, era mais importante naquele momento corrigir os erros de anos que ele cometera. Louis o observava com os olhos um pouco molhados de lágrimas. Como estava lindo naquele momento, não que fosse feio, mas estava mais bonito.

Quanto acabou de lavar os machucados, Harry correu até a cabine ao lado e pegou um pedaço de papel higiênico e pôs em cima tentando conter o sangue que ainda saia daqueles pulsos.

Seus olhares brilhantes pela paixão se encontravam, e Louis percebeu como Harry era mais alto e ele tinha que levantar levemente a cabeça pra olha-lo, o silêncio voltou a reinar e sorrisos involuntários apareciam em suas bocas, até que Harry percebeu e voltou ao mundo real.

- Então Louis, eu peço que por favor me perdoe por todos esses anos que eu te bati e te fiz ficar pra baixo, e também obrigado por me fazer enxergar o total retardado que eu fui esse tempo todo.

- Shhh... Está tudo bem – disse Louis com um sorriso no rosto – Eu posso sentir que está realmente arrependido

- Sério?!

- Sim – disse dando uma risada – Mas pra ser de verdade vai ter que prometer que vai mudar com todos aqueles que você faz ou fez mal

- Prometido – disse Harry erguendo o dedinho e eles selaram a promessa de que Harry mudaria

Apesar de que com muita dor de todas as coisas, Louis não era alguém de má coração, ele sabia perdoar e não se importaria de fazer aquilo com Harry, afinal, ele amava ele também.

- Ahhh... o sinal já bateu, acho que vamos nos atrasar.

- Sim, é verdade, mas não se preocupe comigo, eu acho que não entro mais na sala, já que agora é aula de filosofia e você sabe como ela é – disse Louis

- Sei sim, hummm, acho que vou tentar entrar na aula assim mesmo

- Ok, podemos nos ver na hora do lanche?

- Podemos sim – disse Harry dando um sorriso e virando de costas pra ir pra sala

- Harry – disse Louis

- Diga...

- Obrigado – disse Louis com um sorriso no rosto

Harry fez sinal de sim com o rosto e foi pra sala, pra sua sorte, o professor faltou. Louis saiu em busca de Demi ou Selena colocando as pulseiras e o relógio de volta nos pulsos.

Não demorou muito e Louis encontrou Selena sentava em um dos bancos da escola com o celular mandando mensagens pra alguém (...)

25/10/2014

Brown Eyes: Capitulo 1: It Hurts

Nenhum comentário:

Estou tentando consertar algo, mas você não pode consertar o que você não pode ver. É a alma que necessita de cirurgia - Pretty Hurts, Beyoncé
Capítulo 1: It Hurts:

Escola, ou mais apropriadamente: um inferno na terra e não era nem por causa dos professores velhos e chatos, eram por causa das pessoas mesmo. Demi era um exemplo de uma pessoa bastante excluída do meio social, suas únicas companhias eram Selena e Louis, que são seus irmãos, apesar de adotados. Na verdade, Demi e Louis são adotados, foi até no orfanato que se conheceram. Anos depois, na escola, conheceram Selena e a mãe dela adotou os dois.

Era um sábado, 9 de agosto de 1995, Louis com 4 anos e Demi com 3. O local era um orfanato que era dirigido por freiras muito boas e legais, naquele dia, um garoto novo chegara de surpresa com uma mochila do homem aranha nas costas com algumas roupas e um terço, que lhe fora deixado por sua mãe antes da morte, e o vagabundo do pai, o jogou naquele orfanato como se fosse uma embalagem que não presta mais no lixo. Ele estava chorando muito e em silêncio abraçando suas pernas, era uma criança tão inocente e sem culpa de nada.

As crianças brincavam e continuavam a vida normalmente nem se importando com o garoto novo que chegara a poucas horas, menos uma garotinha também deixada naquele orfanato, aquela o observava atenciosamente enquanto comia uma maçã e segurava outra com sua outra mão. Ela se aproximou do garoto e lhe estendeu a mão dando a maçã ainda não mordida e disse:

- Você quer uma maçã?

O garoto assustado, com algumas lágrimas, não disse nada, apenas pegou gentilmente a maçã da mão da garota

- O meu nome é Demi, qual o seu nome? – disse a garota gentilmente

- Lo-Louis – disse o garoto entre soluços

- Você quer ser meu melhor amigo Louis? – perguntou Demi fofa

- Quero sim – disse o garoto substituindo o choro por um lindo sorriso.

As crianças esqueceram do sofrimento de serem abandonados pelos pais naquele dia e foram brincar juntos, assim como foi a cada dia, a cada aniversário deles até o fim da infância. Então veio a adolescência e os seus conflitos começaram. Passaram a sofrer bullying diariamente das piores formas e Louis ainda lidava com o conflito de sua sexualidade diferente dos outros garotos, ou seja ele era gay. Selena chegou como um anjo e fazia os dois se sentirem melhor, e tentava fazê-los parar de se cortar, tentativas sem sucesso.

O grande problema na escola de Demi era Santana Lopez, a “bad bitch” do colégio, ela estava sempre acompanhada de Brittany S. Pierce e Quinn Fabrey, duas loiras lindas, sendo Brittany a bobinha das três. Boatos nos corredores, diziam que elas eram lesbicas e se pegavam escondidas no quarto de Brittany, o que não era mentira, muito menos assumido.

Santana, não perdia nenhuma oportunidade de zoar com Demi, chamando ela de gorda, feia, e várias outras coisas que pesavam muito na mente de Demi, e pra piorar, Santana, como rainha da escola, fazia a escola se juntar a ela nos julgamentos contra os três.

O sofrimento de Louis, era com o “trio maravilha”, Niall, Harry e Zayn, os badboys mais temidos da escola, que quase sempre, na verdade sempre, o agrediam verbalmente e fisicamente, eis o motivo pra que se corte profundamente, isso sem contar sua paixão por Harry Styles, o valentão que o batera todos os dias.

Certo dia andando juntos nos corredores, Louis e Demi estavam juntos de braços cruzados, quando do outro lado vinha os três Styles, Horan e Malik. Ao vê-los, Louis segurou mais forte no braço de Demi, porque ele tinha um certo medo, e Demi sussurou de volta pra Louis, dizendo “Calma, não vai acontecer”

- Eaí Tomlinsom e Lovato – disse Harry irônico

- O que quer agora, Styles? – disse Demi em tom firme

- Relaxa Dems – respondeu Harry pra ela.

Sempre que a via, era como se Niall não se sentisse mais no próprio corpo, e sim flutuando nas nuvens. Tudo nela era perfeito: Seu queixo duplo, seus lábios que quase sempre estavam com brilho labial, seus olhos castanhos que ficavam lindos quando a luz batia nesses. E a sua cara de raiva que ela faria no momento, era algo muito sexy.

Enquanto eles continuaram a falar, Niall só estava apoiado em Harry observando cada detalhe de Demi, até que ao olhar pros pulsos, viu marcas de cortes, e ficou olhando pra aquilo se sentindo mal, porque a garota que ele ama estava passando por coisas difíceis e ele não ajudara ela em nada, talvez só piorasse. Então ele pegou o pulso dela e trouxe mais perto de sua vista e disse:

- Demi, você está se cortando?

- Me larga, seu idiota – Demi o respondeu puxando seu braço de volta

- Tomlinsom, você não faz isso, faz? – Harry perguntou com certa preocupação

Louis não respondeu nada, apenas ficava olhando Harry com medo e paixão ao mesmo tempo, Harry então pegou nos pulos dele e olhou, também haviam cortes lá. Louis automaticamente puxou de volta e saiu correndo até o banheiro dos meninos.

- Viram o que fizeram, idiotas. – Disse Demi com os três – LOUIS, ME ESPERA – gritou ela correndo atrás do amigo.

Ela desistiu quando entrou no banheiro, então ela se sentou no segundo degrau de uma escada perto e pois a mão na testa e se pôs a pensar coisas aleatórias, inclusive em Niall, ela o amava, mas não assumia e continuaria assim, ninguém poderia descobrir aquilo.

(...)

24/10/2014

Capítulo 1: Daddy Bieber - Prologue

Um comentário:

Clique em "mais informações para ler este capítulo...

Fanfiction: Daddy Bieber (Sinopse) - Caissy

Nenhum comentário:



Um segredo escondido, o amor que nasce entre os dois, a conexão é tão forte.
Nenhum deles sabiam tamanha proximidade entre os mesmo, antes mesmo desse amor nascer.
Ele é seu pai, mesmo sem saber.
O amor entre os dois cresce, e a cada dia ele percebe o quão seu passado está no presente...
Os segredos vem a tona, derrubando o seu mundo, e oque ela apenas pede é que não a deixe.
Por favor, eu sei que preciso deixar você mas não se se vou aguentar



Elenco:

Katherine Mcnamara -  Julie Anniston
Justin Bieber - Justin Bieber 
Candice Swanepoel - Pamela Anniston
Alex Turner - Brian Connor
(entre outros)

Capítulos:

Capítulo 1 - Prologue



                                                                                   

Fanfiction de minha autoria,
Plágio é crime.
Classificação é para maiores de 18. Mas você sabe oque lê.
Amo comentários ( então comentem ) aceito críticas desde que sejam construtivas. 
Ofenças maldosas serão levado ao dono do blog correndo risco de ser banido.

                                                                                        

Por: Caissy

Nova Fic: Brown Eyes

Um comentário:

NOTA: Para voltar com o RDF, escolhi uma fanfic que é muito especial para mim, afinal,ela foi a primeira que eu fiz pro AnimeSpirit e também a primeira fanfic que me permiti colocar personagens gays entre os shippers, apesar do casal central ser hétero.

Brown Eyes conta a história de Demi, apenas uma menina cheia de demônios que foi abandoada em um orfanato quando era criança e cresceu nesse ao lado do seu melhor amigo, Louis Tomlinson, mas assim que começaram a estudar em escolas fora do orfanato, conheceram Selena Gomez, que se juntou a dupla, então Mandy, mãe de Selena, adota Louis e Demi e os três tem uma relação muito forte, tão forte quanto a de irmãos.
Na escola, eles sofrem bullying, principalmente pela Unholy Trinity, um trio de melhores amigas e líderes de torcidas formado por Santana Lopez (Naya Rivera), Brittany S. Pierce (Heather Morris) e por Quinn Fabrey (Dianna Agron) e também por dois dos maiores badboys da escola, Harry Styles, Niall Horan e Zayn Malik, que secretamente são apaixonados por Louis, Demi e Selena respectivamente.
Brown Eyes parece ser uma fanfic bem "clichê" por abordar auto mutilação, drogas e se passar num ambiente escola, mas ao mesmo tempo é diferente pela forma em que a história é desenvolvida demonstrando todo o amor que os personagens tem um por outro e por toda a revira volta que eu tive muito prazer em por para história ter um ar de "wow!". Portanto, se você ler Brown Eyes, vai amar cada capitulo.

Nome: Brown Eyes
Autor: João Destiny
Casal central: Diall Hovato
Outros casais: Zaynlena, Larry, Brittana, Quiam, Klaine
Classificação: 16 anos
Avisos: Homossexualismo, mutilação, drogas
Categorias: Demi Lovato, One Direction, Glee, Selena Gomez, Miley Cyrus, Eleanor Calder

23/10/2014

Welcome to RDF 2.0

Nenhum comentário:

Olá eu sou o João e você está lendo o Reino das Fanfics 2.0!


AI MEU DEUS! Jamais imaginei depois de ter fechado esse blog por esses meses, voltar a ser um blogueiro ou qualquer coisa assim. Passei um tempinho(na verdade muito) no Tumblr e no AnimeSpirit, mas a verdade pra mim é que nada se compara ao gostinho de cuidar de de um blog hospedado em blogger.com.

Contando as novidades do RDF 2.0, que não são poucas, agora você pode fazer seu pedido de capas apara fanfic no tópico "Encomende" no menu top do blog. Além disso, estamos com fanfics novas e elas serão divididas em fanfics A.H (antes do hiatus) e D.H (depois do hiatus) e será exatamente pra diferenciar o que foi publicado e oficialmente encerrado (a não ser que algum autor queria continuar).
Além disso, o nosso aplicativo para celulares, continua lá hospedado na Fabrica de Aplicativos esperando por você ir baixa-lo.
Quanto a grande de escritores, ela não sofreu alterações, mas futuramente ainda abriremos vagas para mais.
Ainda estamos precisando de mais blog nos monitorando!

Por hora,é tudo o que eu tenho para falar pra vocês. Fiquem agora com as fanfics da Caissy, que irá oficialmente "renascer" o blog e ainda também a música "Say Something", do incrível filme "Se Eu Ficar", protagonizado pela nossa diva do feat desse mês, Chloe Moretz.


21/10/2014

Heey, estamos voltando!

Nenhum comentário:

Oi galera, então... nós ficamos esse tempinho de blog fechado e apenas os autores tinham acesso ao blog, mas então eu fiz esse layout da Selena e publiquei na intensão de que os fãs do blog pudessem vir aqui e matar a saudade vendo antigas publicações do blog, até mesmo os imagines hots que nós fazíamos.
Só que com essa abertura, eu pude entrar no dashboard do blogger e editar layouts e eu me lembrei do quanto eu amava isso e me fez querer voltar, então eu entrei em contato com o resto da equipe e eles também tem saudades de blog, então juntos, estamos discutindo ideias para que seja uma volta triunfal.
Provavelmente até 24/10, estaremos voltando com o Reino das Fanfics 2.0, cheio de fanfics novas, novidades, coisas novas e também um layout novo.
A nossa C-Box continua ativa como sempre, e nós estamos precisando de blog de monitorações para fazer nossa divulgação, já que dois dos nossos estão em hiatus ou pararam de funcionar. Então se você é dono de um, participa deles, entre em contato conosco na C-Box e nós nos inscreveremos lá.