31/10/2013

Imagine Hot: Nick Jonas

Um comentário:

Oi, eu sou o Nick dos Jonas Brothers, você deve me conhecer como o mais sério e certinho entre meus irmão, até você ver o que eu tenho pra te contar.
Era mais um dia comum quando eu estava no M&G com meus irmão conhecendo nossas fãs, quando de repente chega uma em especial, seu nome era S/N. Ela era uma menina muito linda, morena dos olhos azuis, alta e usava um vestido florido bem sexy sem vulgaridade, ela chegou, abraçou eu e meus irmão. Eu realmente fiquei interessado nela, chamei ela no cantinho e pedi seu telefone, ela mal podia acreditar nisso que eu, ídolo dela estava interessado nela!
Então voltando... eu peguei o número dela e nós marcamos um encontro. Eu a levei num restaurante em Los Angeles, um desses de comida tipica mexicana que são bem pimentosas, como essa noite foi (risos).
Nós comemos e ela pode me contar melhor sobre ela e eu melhor de mim pra ela, ela ficava bastante fascinada com a minha vida de um popstar e a toda hora me perguntava como eu conseguia viver rodeado de tantos flashes e pessoas ao redor, eu então a respondi que já estava acostumado com isso mas no inicio era um pouco louco.
O relógio já marcava umas 10 horas da noite, eu então pedi a conta do garçom e paguei. Saindo do restaurante, fomos pro meu carro cercado de paparazzis, e lá dentro eu perguntei se ela queria ir pra casa e ela disse que sim e pediu por favor. Então liguei o carro e a levei pra casa.
Chegando lá, ela tocou algumas vezes seguidas a campainha mas ninguém abriu pra nós, ela então foi ver se o carro de seus pais estava na garagem, e não estava, sinal de que estávamos sozinhos e podíamos curtir um pouco.
Ela tirou de dentro de sua bolsa, a chave e abriu a portam ela me pediu que entrasse e sentasse no sofá enquanto ela acendia as luzes da casa e deixava seu casaco e a chaves em algum lugar por ai.
Ela se sentou do meu lado, ligou a TV, rapidamente começou a rolar um clima que me deixava com pau duro e do nada, como quem não transava a mil anos, S/N partiu pra cima de mim com um fogo enorme.
Ela tirava meu casaco e minha blusa e eu tentava tirar seus vestido até que consegui. Comigo só de calcas e meias, e ela só de calcinha e sutiã, eu peguei ela no colo enquanto loucamente nos beijávamos e a levei pro seu quarto.



No caminho até lá derrubamos algumas coisas no chão e algumas luzes não puderam mais se acender :/. Abri a porta do quarto dela e fechei com os pés dando só um empurro, deitei ela com tudo na cama, tirei meu sinto e abri minha calça enquanto na cama S/N já tinha prazeres e deixava isso aparecer pelo seu rosto e pelas mordidas que ela dava em seus lábios.
Me deitei em cima dela e mais inda nos beijamos, ate que ela ficou em cima de mim. Então ela tirou seus sutiãs e eu pude ver o quão lindo eram aqueles seios brancos de mamilos rosados. Ela continuou tirando minhas calças e então fiquei só com minha boxer e ela voltou pra me beijar enquanto passava a mão eu meu pau me fazendo delirar de prazer. Ela foi baixando cada vez mais dando beijos por todo meu corpo até chegar na parte principal, ela dava beijos e chupadas em meu pau por cima da cueca mesmo, ate que ela também tirou a boxer e começou a chupar meu pau, era uma sensação muito prazerosa e ela chupava dando muito tesão, meus gemidos foram inevitáveis.
Eu troquei as coisas e novamente me deitei por cima da S/N, dessa vez eu passava a mão no corpo dela passando até pela buceta dela, quando a encontrei enfiei dois dedos la dentro e fiquei assim por alguns minutos enquanto ela gemia, então eu comecei a chupar seus seios enquanto ela gemia ainda mais.
Desci um pouco mais e comecei a passar minha língua por toda virilha dela e depois a chupar aquela buceta totalmente sem pelos. Me levantei e peguei a camisinha que estava na cabeceira na cama, pus ela direitinho, aproximei mais o corpo de S/N do meu e comecei a enfia meu pau na buceta dela, fiquei naqueles movimentos que aumentavam cada vez mais a velocidade da penetração. Eu então cheguei perto de gozar e avisei, então ela me disse que gozasse dentro da boca dela, e eu fiz isso, espalhando um pouco de porra no rosto dela, ela engoliu aquilo tudinho e me deixou ainda com mais tesão, e eu pau latejava saindo ainda um pouco de porra, mas bem pouca.
Nos sentamos na cama e ela me perguntou se tinha sido bom, eu respondi que tinha sido fantástico e de novo começamos a nos amassar e a dar beijos de tirar o folego, e nós acabamos dormindo juntos.
Ainda tenho contato (e transas) com a S/N, e com toda certeza do mundo são tão excitantes como essa.

Hey guys :):. Eu fiz esse imagine pra TODAS as Jonatics do mundo e um BoyJonatic em especial (essa pessoa sabe que é ela). Eu também sou muito fã, quer dizer Jonatic deles e me dói tanto quanto em vocês o fato de nossos meninos estarem se separando então fiz isso pra que nos lembremos que eles nos amam independentes de estarem juntos ou não. #StayStrong pra todos nós e sorte infinita na nova carreira que eles vão seguir. Eu amo vocês Jonas e meus queridos leitores do RDF. Demetrio.

30/10/2013

Os Feiticeiros em Fanfiction: Segundo Capitulo: Conhecendo pessoas sobrenaturais:

Nenhum comentário:



Mary Jane com certeza não deveria ser nem de longe a pessoa que Alex devia tomar de companhia, mas já que isso aconteceu agora partia de Alex abrir os olhos. Depois que Harper tinha instalado ela e a Alex também, elas duas saíram pra conhecer melhor o lugar, quando saiam do quarto, Justin vinha até elas, Alex perguntou o que ele fazia ali, ele então respondeu “Mamãe mandou eu vir pra tomar conta de você, esqueceu?”.
Mason também estava no acampamento, e chegou por trás de Alex dando um susto nela, Alex gritou e quando olhou pra trás deu um sorriso e beijou ele, ao seu lado tinha um garoto, então Alex perguntou “Quem é seu amiguinho”. E Mason respondeu que era seu primo, Charles. Alex e Charles se apresentaram e ele meio que ficou interessado por ela mas não deixou isso transparecer.
Harper, já meio apaixonada pelo Charles, começou a dar em cima dele, mas ele não queria nada com ela e então ficou dando uns fora nela.
Naquele acampamento Alex não podia levar sua vida preguiçosa como sempre, porque lá, pela manhã tinha os jogos, a tarde tinham treinamento de feitiço e habilidades especiais e pela noite, uma fogueira ou alguma coisa no tipo pros campistas poderem conversar e até se conhecer melhor.
De noite, no tempinho que eles tinham pra conversar e tal, se se sentaram à mesa Mary, Charles, Mason, Justin e Harper, todo momento um ficava dando em cima do outro. Mary em cima do Justin, Charles na Alex e Harpaer em Charles. Era a hora de a Mary Jane colocar seus planos malvados em ação.
Primeiro, pra tirar Justin do meio do caminho, ela criou um clone de Julieta, e o pôs ele pra que saísse da floresta e fizesse Justin ficar pensando nela.
Tudo correu de acordo com o que ela queria, Justin o ver o clone, se levantou e perguntou se era Julieta, aí então ele começou a correr a trás dela e gritando seu nome, Julieta parou e perguntou se era ele mesmo, então clone e Justin se beijaram ali e Justin disse pra clone o quando está feliz pro re-encontrala e perguntou o que ela tinha feito por todos esse tempo, ela disse que cassando muito e bebendo bastante sangue.
Agora faltava a segunda parte e mais malvada. Mas pra isso ela precisava ficar perto da Alex, então ficou ainda mais próxima dela e descobriu bastante quanto ao seu passado e até conseguiu a confiança de Alex pra pegar a varinha poderosa dela.

O sinl de ir dormir pros clãs diurnos bateu e eles tiveram que ir dormir, enquanto era de madrugada, Mary Jane, escondida pegou a varinha de Alex e e fez o feitiço...

I'm sorry for this chapter be so short, but i don't have ideas to do it, but wait for the next chapters to more Alex's confusions // Sinto muito por este capítulo seja tão curto, mas eu não tenho idéias para fazê-lo, mas espere para os próximos capítulos para mais confusões de Alex.

29/10/2013

Two Pieces: Capitulo 2:

Nenhum comentário:

- Bom, muito obrigado pelo nossos fãs, porque sem eles nós não estaríamos aqui, e nem estaria ganhando esse prêmio, queremos agradecer também a nossa equipe por ter nos ajudado com o clipe, com a música, e por fim queríamos agradecer a nossas mães. Muito obrigado. – Uns dos integrantes da banda com o cabelo meio raspado e com carinha de bebê fez o pequeno discurso, fomos para o backstage e eles só acenaram e foram para outra direção e eu fui novamente para o palco para anunciar a próxima performance. - E agora temos uma performance incrível com a Miley Cyrus cantando 'We Can't Stop'. – Saí do palco e fui sentar na plateia onde tinha um lugar vago para mim. (...) Estou realmente cansada, imagina você sendo apresentadora de uma premiação, ficar pra lá e pra cá. Enfim a premiação já tinha acabado, e eu só ganhei dois prêmios, o que está ótimo, e agora não sei se vocês sabem, mas tem uma festa da premiação para todos os artistas, e como eu não curto festas, vou embora para o hotel onde estou hospedada, pois também amanhã tenho que partir para Londres. - Madison o carro que a Srt. alugou já está ai. – Chegou meu motorista. - Eu só vou buscar minha bolsa no camarim, e já vou. – Sorri para ele e fui em direção ao meu camarim, estava tão distraída mexendo no celular que acabei esbarrando em alguém, deixando minha chave cair. - Desculpa, é que eu estava entretida no celular, desculpa mesmo. – Falei tudo rápido, pegando a chave. - Madison, sou eu. – Olhei para a pessoa e vi Justin me encarando, olhei surpresa para ele. - Ah oi Justin, quanto tempo.– Estava um pouco surpresa em ver ele ali, mas eu puxei ele para um abraço, o que deixou ele um pouco confuso, mas logo senti ele me apertando forte. - Quanto tempo mesmo, olha pra você, não tem mais aquelas mechas rosas no cabelo, seus olhos estão mais caramelados, e você cresceu muito desde de a última vez que eu te vi. - E você, não tem mais aquele cabelo liso jogado pro lado, seu olhos também mudaram para uma cor meio mel, seu sorriso também está mais brilhante, e você cresceu muito, me sinto uma formiga perto de você. – Rimos do jeito que eu descrevi ele. - Nunca perde a piada né Srt. Madison? – Assenti ainda rindo. – E obrigado pela forma que descreveu meu sorriso, o seu está também bem mais brilhante. – Senti minhas bochechas corarem e olhei para o chão. – Então você vai pra festa? - Não, você sabe que eu não curto muito festas, ainda mais de premiações, então vou pro hotel. - Ah não acredito, que você ainda não perdeu esse hábito de "não curtir as festas". – Falou ele fazendo aspas com os dedos. - Pois pode acreditar ,é que eu amanhã vou ter que voltar para Londres. - Ué, tá morando em Londres? - Por enquanto, estou a trabalho. - Temos muito em que conversar. - Temos mesmo. - Mas então isso não é motivo para não curti a festa da premiação, onde você tem seus amigos. - Não tenho amigos, agora você pode me dar licença? – Pedi um pouco arrogante. - Não, você tem a mim, que sou seu melhor amigo, e você vai vir comigo para essa festa e não se discuti mais. – Justin me puxou para o lado contrário que eu estava indo. - Mas Justin eu tenho que ir, e aliás meu motorista está esperando, e eu tenho que acordar cedo. – Me soltei de sua mão, fazendo o mesmo parar. - Eu também tenho que viajar amanhã cedo, e é só mandar uma mensagem. - Justin... – Tentei falar mais fui interrompida pelo mesmo. - Não tem Justin, vai vamos só um pouco, faz tempo que eu não curto festas, vai por favor por mim. – Justin me olhou com uma carinha fofa. - Tudo bem, mas é só um pouco, e deixa eu mandar uma mensagem. – Sorri para ele que fez o mesmo, peguei meu celular que estava dentro da minha bolsa de mão. "Connor resolvi ir para festa da premiação,pode ir para o hotel" - Pronto, agora vamos. – Peguei a mão do Justin e seguimos para festa. Chegamos na festa, e digamos que a festa estava bastante animada, Justin me puxou para o bar da festa, e sentamos no bando observando todos na festa. - Vem, vou te apresentar uns amigos. – Justin me puxou novamente para outro canto da festa. - Eaê galera. – Justin cumprimentou a banda One Direction. - Eai Justin. – Falou um loirinho sorrindo para Justin. - Acho que vocês já conhecem a Madison. – Justin me puxou para frente dele. - Não. acredito. que. estou. conhecendo. a. Madison. Beer. – Uma garota morena com uma cara de boneca, chegou ao meu lado falando pausadamente e com os olhos marejados. - Eleanor não vai chorar agora né? – Perguntou um garoto com os cabelos castanhos todo arrepiado para cima puxou a garota para seus braços. - É um prazer conhecer você, nós somos bastante fãs dos seus livros, principalmente a Eleanor. – Um garoto com cabelos cacheados me abraçou. - Esses são Louis, Liam, Niall, Zayn e Harry. – Abracei os quatro, menos o do cabelo cacheados, e olhei para as meninas que estava ali. – E essas são Eleanor a namorada do Louis. – Abracei ela que quase me esmagou. – E essa é a Daniele namorada do Liam. –Abracei a garota que também quase me esmagou. - É um prazer conhecer vocês. – Olhei para cada um sorrindo, parando meu olhar no Justin. - Bom vocês querem sentar com agente? – Perguntou acho que era o Liam. - Claro. – Justin sorriu para mim e sentamos com eles na mesa. Bom, ficamos conversando sobre várias coisas, principalmente sobe meus livros, e quem mais me fazia perguntas era a Eleanor, o Niall e a Daniele, o que me fazia rir um pouco.Confesso que eles são bastante legais e divertidos,ainda me pergunto como nunca me teve a ideia de conhecer eles,e também confesso que um deles não tirava o olhar dele sobre mim,o que me deixava meio desconfortável,mas ao mesmo tempo atraente pelo seu olhar.Estávamos em um papo muito bom sobre meus próximos projetos,até ouvir a voz da Selena. - Madison, pensei que ia embora, tava até pedindo para o seu irmão irmos até o hotel em que você está hospedada para podermos colocar a conversa em dia. – Me levantei e abracei ela pela terceira vez do dia e fiz o mesmo com o meu irmão que estava fuzilando Justin, mesmo o Justin estando sentado ainda falando com os meninos. - Justin quanto tempo. – Me soltei do meu irmão e vi Selena puxando Justin para um abraço, fazendo meu irmão o fuzilar mais ainda e puxar Selena para o seu lado. - Calma Maick eu não vou roubar a sua namorada como certas pessoas fez. – Justin sorriu irônico. - Eu sei que não, se você não conseguiu deixar com que sua ex-namorada não te trocasse. –Maick sorriu ainda mais irônico, e vi que era melhor levar Justin embora. - Meninos fui um prazer conhecer vocês, e espero ver vocês mais vezes. Tenho que ir e Justin também, temos que viajar cedo amanhã. – Abracei cada um, e olhei para ele com um olhar de que se explicaria depois. - Maick depois agente se fala. – Olhei para meu irmão e abracei ele e depois abracei Selena puxando Justin logo em seguida. Fui puxando Justin pelos corredores enquanto íamos para o estacionamento, Justin desligou o celular que acho que falava com o Kenny e bufou alto, depois só fui ouvindo as reclamações do mesmo enquanto chegávamos perto do carro. - Madison! Madison!... – Ouvi meu nome sendo chamado, olhei para o estacionamento todo procurando pelo dono da voz, me virei para o carro depois de não ter visto ninguém. –Madison... – Alguém tocou meu braço e eu dei um grito, fazendo Justin e Kenny se assustarem, olhei para trás e vi Zayn com a mão no peito. - Zayn? O que faz aqui? – Perguntei depois do susto. - Você esqueceu suas chaves. – Ele me entregou as chaves, e quando sua mão tocou na minha senti uma corrente elétrica pelo meu corpo todo. - Obrigado. – Abracei ele novamente, e me soltei dele assim que ouvi as risadas do Justin e de Kenny. - Bom vou voltar para festa, e eu posso te ligar amanhã? – Perguntou e eu engoli em seco e olhei surpresa. - C-claro, agora tenho que ir. – Me virei e me praguejei por ter gaguejado, puxei Justin para dentro do carro que já nos esperava. Droga, o que está acontecnedo comigo? Por que me senti estranha quando olhei nos olhos do Zayn? Por que senti uam corrente elétrica pelo meu corpo todo quando simplesmente toquei em sua mão? Mal conheço ele e já sinto isso, não sinto isso a mais de 3 anos atrás... Será que?... Não, não pode ser. - Acho que alguém está se apaixonando. – Ouvi a voz de Justin perto do meu ouvido. Isso não, tudo, apenas tudo mesmo, menos isso...

27/10/2013

Os Feiticeiros Em Fanfiction: Capitulo 1: Tudo recomeça outra vez

Nenhum comentário:


Passados um mês da difícil batalha com seu lado ruin, Alex volta a ser aquela mesma menina preguiçosa que sempre foi antes. Seus poderes, que quase foram retirados dela, e quando voltaram continuaram a ser usados em exceção como antes.
Era uma sexta feira normal, Alex estava no sofá deitava, vendo TV e quase dormindo. Theresa entra na sala sorridente e diz pra que Alex levante.
- Que foi mãe? – Alex
- Mi hija, dá uma olha nesses panfletos do acampamento dos clãs!
- E daí mãe?
- E daí que você vai nesse acampamento! Não é uma boa notícia?! – Theresa
- Mas é claro que não, acampamentos representam gastar as energias e eu quero gastar elas dormindo! – Alex
- Nada disso moçinha, você está muito preguiçosa, precisa deixar essas revistas, esse sofá e essa televisão mais ainda. A senhora vai sim pra esse acampamento e vai levar a Harper
- Oi galera – Harper entrando na sala
- HAAARPER – disse Theresa – estávamos falando de você agora mesmo!
- O que foi gente? – Harper
- Nós vamos no acampamento dos clãs. Amanhã o transporte mágico vem nos pegar! – Alex dando o panfleto pra Harper
- AAAAI QUE LEGAAAL ALEX! – Harper – Uma ótima oportunidade de conhecermos novas pessoas!
- Que seja – Alex
Uma fenda mágica se abriu no meio da sala e Jerry e Justin saíram de lá de dentro com algumas malas, toda a família correu pra abraçar o Justin, menos Alex que continuou no sofá apenas observando aquela coisa toda. Então ela levantou-se do sofá, cumprimentou Justin dando um tapinha nas suas costas e foi pra geladeira pegar uma lata de refrigerante.
Justin tava La conversando com todo mundo e falando como é legal na escola de feitiços enquanto Alex arrotava e fazia ironias com o que Justin fazia (típico dela). Theresa disse que Alex iria pro acampamento e tudo mais e Justin se ofereceu pra ir. E foi aí que Alex não quis ir mesmo porque Theresa concordou com a proposta de Justin.
No dia seguinte, Alex acordou bem cedo, às oito da manhã (cedo pra quem costuma acordar mais de meio dia) e caindo de sono se arrumou, enquanto Harper pulava de alegria por ir ao “acampamento das criaturas místicas” e poder conhecer todas as pessoas como Alex. O transporte publico chegou, Harper saiu correndo pra entrar e entrou logo agitando tudo dizendo oi, só que sem respostas porque o pessoal estava muito ocupado bagunçando, Alex entrou no ônibus, viu a bagunça que tava e então abriu um sorriso dizendo “estou no meu lugar :D”, o Ônibus como se tratava de uma coisa mágica, criou asas enormes (asas de pássaro) e decolou, atrás dele, um motor daqueles que solta fogo, esse soltava fogo brilhoso na cor púrpura.
Chegando lá, todos os feiticeiros, vampiros, lobos e os restos das espécies entravam por um portão enorme e de ouro escrito Bem Vindo, o chão, era de cerâmicas brancas cercadas por gramas bem verde, muitas arvores, uma piscina enorme com a cachoeira mágica e a fonte já juventude também.
Todo mundo entrou correndo pra escolher logo os dormitórios, as meninas ficaram em um dormitório junto com Mary Jane e algumas outras meninas. Mary Jane é uma feiticeira que usa bastante roupas pretas e rosa com maquiagem um pouco pesada. É uma feiticeira que apesar de bonita e “amiga” é do mal.
Mary Jane, vendo Alex, uma das mais poderosas feiticeiras a sua frente, correu pra ela abraçando e beijando ela como se já fossem amigas a algum tempo, e Harper ficou com um pouco de ciúmes da situação e entrou pra se instalar melhor.

Mary Jane se apresentava pra Alex, e Alex pra Mary, mas na verdade ela não taã muito interessada nessas coisas a não ser pra destruir-la, e ela viu na revista Feiticeiro Teen, Alex tinha se clonado colocando nesse clone, tudo o que há de mal nela, e se fosse preciso re fazer isso, Mary Jane não pensaria duas vezes!

26/10/2013

Two Pieces: Capitulo 1:

Nenhum comentário:

Verona- Itália--8 de Julho de 2010-19:51

     A noite já caia,a chuva era forte causando vários trovões e claro me causando susto e medo,susto acho que todo mundo tem por causa desses trovões,mas e o medo?Desde minha infância até algumas horas antes não sentia medo,mas querem saber o porquê do medo?Simplesmente porque meus pais saíram para um jantar com seus patrocinadores,e até agora não chegaram,vocês devem estar pensando:Só por isso?E eu respondo,sim,eles saíram desde 18:30,não ligaram e nem mandarão uma mensagem,meu irmão está na casa da namorada dele que fica em outro país,os empregados alguns estão em suas casas,outros estão nos seus quartos de hóspedes/empregados.Eu estou neste momento sentada em minha poltrona do meu quarto olhando para a janela,esperando por algum sinal de meus pais,nunca pensei que sentiria medo,nunca pensei que presenciaria o medo novamente,depois de um certo acontecimento que aconteceu em um capítulo da minha vida,pensei que magicamente o medo sumiria,e ele sumiu,mas voltou como uma fumaça,estou com um pressentimento ruim,pensamentos negativos.Eu me encontrava gritando,quebrando tudo,puxando a raiz do meu cabelo,até que simplesmente meu corpo cansou e eu me joguei no chão,pude ouvir passos se aproximando de meu quarto,e depois o barulho da porta é aberta com cuidado,olho para o lado e vejo alguns empregados me olhando com pena e medo,o próximo momento não foi presenciado por mim,acabei desmaiando,e ouvindo gritos e vozes....
  Hospital de Verona- 19:48

     Minha cabeça doía,meu corpo doía,minha garganta chamando por um pingo de água,abri meus olhos fechando de imediato por conta da luz que se encontrava em um quarto branco,e com alguns barulhos de máquinas.Abro meus olhos me acostumando com a claridade,depois de alguns minutos a porta é aberta revelando um Dr. sorridente,ele caminha até mim,olhando uma prancheta,ele levanta seu olhar e caminha para mais perto.

-Srt.Beer vejo que já acordou,sente alguma dor?-Ele olhou para mim e depois olhou para sua prancheta marcando algo.

-Sim,sinto uma pequena dor na cabeça,e uma dor no corpo,e preciso de água.-Sorri ao Dr. que anotava tudo em sua prancheta.

-A dor logo,logo vai passar por conta dos remédios,a dor no corpo é por causa do cansaço e sobre o baque que levou ao se jogar no chão,e daqui a pouco a enfermeira vai vir trazer suas roupas e peço para que ela traga uma garrafinha,agora com licença vou avisar para o seus acompanhantes
 que está tudo bem e que daqui a pouco já pode ir embora.-O Dr. saiu pela porta me deixando sozinha novamente com meu pressentimento ruim.

      Alguns minutos depois a enfermeira entrou com uma pequena mochila e uma garrafinha de água,ela aparentava ser uma velha rabugenta,e chata e infeliz,mas como todo mundo diz,as aparências enganam,no minuto seguinte ela sorriu para mim e me ajudou a levantar e a trocar de roupa,e me deu algumas indicações e pediu um autógrafo...

-Muito obrigada minha filha é fascinada por você,pelos seus livros e filmes,agora é só assinar isso daqui e entregar para recepcionista que vai estar te esperando na sala de espera.-Ela me acompanhou até algum corredor e logo desapareceu entre aquele hospital,me dirigi até a sala de espera,entregando a folha que aquela enfermeira me entregou
,e segui até os empregados vestidos com uma roupa normal,eles não tocaram no assunto de alguns minutoantes,mas sabia que quando chegasse em casa,Claudia me encheria de perguntas.Entrei no carro com alguns empregados e os outros foram em outro carro,minha casa ficava longe daquele hospital,alias tudo ficava afastado da minha casa por conta do emprego de minha mãe e também por conta de minha carreira...
Cheguei em casa,sai correndo do carro,entrando em casa,e ganhando olhares sobre mim,olhei para o canto da sala,e todos os empregados da casa estavam me olhando.

-Bom o que aconteceu hoje foi um descuido meu,um susto meu,peço que todos voltem para suas casas e quartos,eu estou bem,muito obrigada pela preocupação de todos.Boa noite.-Assim que terminei de falar todos foram indo em direção a porta,me certifiquei que todas os empregados já tinham ido e os outros já tinham se hospedado em seus quartos e subi para meu quarto jogando minha bolsa em algum lugar e meus sapatos que são preciosos para mim no closet,troquei de roupa colocando um pijama grande e me deitei mexendo no celular.As horas se passavam até que escutei o telefone da sala tocar,desci correndo e cheguei a tempo pegando o telefone sem ver quem era.

-Residência dos Beer.-Tinha que ser discreta vai que era um fã,alguns fãs meus sempre descobriam meu número de celular ou telefone.

-Aqui é a policia de Verona,e queríamos falar com a Srt.Madison.-Meu corpo gelou.

-É ela,aconteceu algo?-Perguntei aflita.

-Sinto muito em dizer...-Interrompi o policial por conta da campainha que tocava.-Espera só um minuto.-Deixei o telefone em cima do criado mudo e corri até a porta,olhando pelo olho mágico,e vendo Justin sorrindo,abri a porta e depois sai correndo até o telefone.

-Pode falar.-Digo para o policial vendo Justin fechando a porta com uma careta.

-Srt.Madison sinto muito dar essa noticia por telefone,mas seus pais morreram em um acidente de carro.-Meu corpo gelou por completo,meus lábios ficaram secos,minha respiração ficou falha,larguei o telefone no chão sentindo lágrimas descendo pelo meu rosto.Olhei para Justin que me olhou espantado pelo meu estado,ele correu até o telefone e começou a falar com o policial.

-O QUE?...Tudo bem,já estamos indo para ai.A Srt.Madison só ficou assustada pela noticia...Até logo.-Justin desligou o telefone e me olhou e correu para me abraçar.

-Como...Como isso pode acontecer?-Perguntei me soltando de Justin que me olhou com pena.

-Não sei pequena,mas é melhor ir se arrumar,porque eles já estão a caminho do hospital.-Assenti e subi as escadas.-Vou ligar para seu irmão.-Justin gritou no começo da escada.


(...)
5 dias depois da morte dos meus pais..
Estava no avião deitada no colo de Justin,enquanto meu irmão estava lá atrás com sua namorada,depois da noticia que meus pais tinha morrido,preparamos o enterro dele,vendemos a casa,e passando as empresas de meus pais para Nova York,tivemos que despedir alguns empregados que não precisavam muito daquele emprego,os outros foram para a mansão do meu irmão,e só Claudinha e sua filha vão comigo para NY,meu irmão só estava indo comigo para NY para resolver algumas coisas das empresas que ficariam espalhada por Estados  Unidos e outras por Europa,e eu estava indo para morar lá,começar uma nova vida,montar uma nova editora....

(...)
Quatro meses depois da morte de meus pais...

-Bom Srt.Madison te chamei aqui por quero te pedir um favor.-Disse o escritor mais famoso de New York.

-Estou ouvindo.-Olhei para ele atenta para ele esperando o mesmo continuar.

-Quero que viaja para Londres para escrever um livro.-Olhei para ele arregalando os olhos.

-Como assim?-Perguntei para ele me arrumando na cadeira.

-Todos sabem que você,é a diretora de filme e escritora mais famosa do mundo,depois de mim claro,mas tenho que admitir que você é ótima pelo que faz,e acho que faz isso porque é um dom seu,e é sua paixão.
Minha editora teve uma reunião semana passada,e minha secretária teve a ideia de chamar você para escrever uma história,para ser mais específico um livro.-Fiquei pensando em tudo,e pensando nas palavras dele.

-Mas por que o Sr. mesmo  não escreve?-Perguntei sendo delicada
.

-A Srt. deve saber que eu não escrevo romance,comédia ou drama,certo?-Perguntou ele se levantando e indo até uma pequena escrivaninha abrindo sua gaveta,e depois olhou para mim e assenti com a cabeça.-Pelo que li de seus livros,e vi os seus filmes,você não é muito de colocar um romance em meio de seus livros ou filmes,não quero que você aceite isso pensando que depois vou querer algo em troca,só quero que você prove como é escrever um romance verdadeiro,vindo de suas palavras,de seus sentimentos.-Ele andou até a mim e me entregou duas folhas com um tipo de tópico.-Tenho que ser rápido,nessas folhas há tudo que você vai precisar para escrever esse romance,tem dicas,opiniões....Então aceita?-Pergunta ele pegando duas pastas e uma maleta,dou uma pequena revisada nas folhas na minha mão e depois para ele...

-Aceito.-Digo com um pouco de medo do que virá pela frente
.

-Ótimo,tenho uma reunião daqui a pouco,mas nessas folhas está sua ajuda,e minha secretária irá contigo para Londres,você tem sue próprio tempo,só espero que a Srt. não desista.-Ele sai porta a fora me deixando sozinha e confusa pela minha decisão...

(...)

-Você poderá escrever romance,drama e comédia tudo junto,ou se quiser pode escolher entre drama e romance.-Disse a secretária que respondia tudo que eu perguntava e o que eu não perguntava,estávamos já dentro do avião.

-E e por que eu não posso só escolher comédia?-Pergunto indignada.

-Por que tem que ser algo,como o filme Crepúsculo,ou então A Última Música,Um Amor para Recordar,o Sr. Freddie quer um romance cheio de drama com comédia,entende?-Perguntou ela.

-Sim,mas por que tem que ser logo Londres?Pelo que eu sei Paris é a cidade do amor.

-Poderia ser Paris,mas Paris é muito amor para um livro com drama.Londres é perfeito para um romanceio cheio de drama.Agora cala a boca porque já te expliquei demais,e quero dormir.-Diz ela com certa irritação,e colocou seus fones de ouvindo e fechando seus olhos azuis.

(...)



       Essa era a minha história quando tinha meus 18 anos,sofri a perda de meus pais,recebi uma proposta para escrever um romance,sabendo que nunca mais me apaixonei,passaram-se dois anos de sua proposta,eu tentei de todas as formas escrever algo,conheci Londres inteira,procurando por alguma resposta de algum romance verdadeiro,mas nada...Tinha voltado para NY para avisar ao Sr.Freddie que desistiria,mas o mesmo tinha falecido de tumor cerebral,mas antes me fez prometer que iria escrever o romance,e que cuidaria de sua editora com todo meu amor,e foi assim,passei semanas pensando na promessa que fiz,e cá estou em Londres com a Mari reclamando que se eu voltasse para Nova York sem nenhuma história escrita me mataria e depois se mataria,para não ser culpada...Muitas coisas mudaram ao longo do tempo,desde o acidente da morte de meus pais,nunca mais vi meu irmão,eu e ele nunca tivemos um relacionamento bom,depois que ele começou a namorar Selena Gomez ficou mais fechado,mais quieto,foi morar em Los Angeles com Selena,é uma história meio complicada de se contar,mas Selena é uma ótima cunhada.Justin,nunca mais vi o mesmo,mas soube que ele está muito famoso,com uma voz mais madura,e também não posso negar que ele está mias lindo,vejo pelas revistas e pelo seu site,ele cortou seu cabelo liso jogado para o lado,e ficou mais musculoso,e também há boatos  que ele se meteu com drogas,e com gente meio que "desequilibrada",mas acho que ele continua o mesmo garoto fofo..As únicas pessoas que aturam minha decisões,minhas louquices,meu humor repentino,e me aturando,era a Claudinha,Sarah sua filha,Marie que é minha secretária e Mari que também virou minha secretária...Neste momento estou no camarim me maquiando pronta para entrar ao vivo com  a premiação Teen Choice Awards,no qual vou ser apresentadora...Depois de terminar de me maquiar,fiquei assistindo a performance da Selena,só hoje consegui reencontrar meu irmão,que foi super carinhoso comigo e pediu desculpa por tudo,pelo seu afastamento,pela sua ignorância,enfim tudo que ele pensa que fez de errado,soube que Justin estava comparecendo e estava concorrendo a algumas categorias,depois de Selena sumir pelas fumaças me posicionei no pequeno elevador que me levaria para cima do palco...

-Boa noite galeraaaaa....-Gritei aparecendo no meio da fumaça...-Muito obrigada por todos comparecerem,e queria agradecer ao diretor por me colocar como apresentadora,apesar de estar um pouco nervosa...-Todos riram da minha fala.- Vamos para a primeira categoria que....É Melhor canção de Amor..-Deixei que uma voz desconhecida por mim falasse os nomes.-Bom temos grandes artistas concorrendo....E a Melhor canção de amor ée.....Little Things do One Direction..-Todos levantaram e aplaudiram coloquei o envelope debaixo dos meus braços e aplaudi,depois de abraçarem sua namoradas e outros artistas subiram no palco pulando e gritando,cada um veio me abraçar,um integrante da banda que não sei o nome foi o último a me abraçar,olhei dentro dos seus olhos e me perdi pelos seus olhos...Me despertei dos meus pensamentos e abracei ele,dei espaço para que eles agradecessem..Mas aqueles olhos brilhantes não saia do meu pensamento..Não,não,não..

Nova Fic: Two Pieces - Conheça os personagens principais + Sinopse

Nenhum comentário:


Conhecendo os personagens principais:

1. Bridgit Mendler será Madison Beer, uma escritora de sucesso



2. Zayn Malik como Zayn Malik, o famoso integrante da One Direction




Sinopse:

Uma escritora. Um cantor famoso. Uma escritora que não acredita no amor. Um cantor que acredita no amor. Uma escritora que se afasta de todos os príncipes ou sapos que tentam se aproximar dela.Um cantor que está a procura de sua princesa. Uma escritora que não acredita no " felizes para sempre ". Um cantor que quer viver seu " felizes para sempre ". Uma escritora que perdeu sua outra parte, por um descuido seu... Duas histórias totalmente diferente, mas com os caminhos iguais. Quem diria que uma simples premiação, Madison Beer conheceria a banda One Direction, conheceria seu caminho para felicidade, e o mais principal de tudo isso, ela encontra o pedaço que estava faltando em seu coração frio, juntando dois pedaços... "Para ser uma escritora você tem que ser sensível, amigável, doce, acreditar que no final seu príncipe encantado vai estar te esperando. Mas para Madison Beer é bem ao contrario. Seu coração é gélido como gelo e duro como diamante. Mas quando ela conhece Zayn Malik e os outros garotos no Teen Choice Awards tudo muda para sempre. E então encontra seu outro pedaço e então seu coração esta inteiro e completamente apaixonado."


PRIMEIRO CAPITULO EM 10 MINUTOS

23/10/2013

Novo visual: Demi Lovato

Nenhum comentário:


Hey #Lovatics como prometido, o Reino das Fanfics voltou e bem glamuroso com toda a divesa da Demi Lovato!
Então gente, agora vamos começar um novo ciclo de visuais, todo dia 15 de cada mês trocaremos o visual do blog com um determinado artista, pra inaugurar isso, nada mais que a Demi pra nos ajudar.
Como nossa artista no bem é a Demi, vamos ter uma programação especial da Demi, isso é, vários imagines e novos capítulos das fics pela quais Demi faz parte!


Espero que tenham gostado. Kisselena by Demetrio

Nova Escritora:

Nenhum comentário:

Deem as boas vindas para nossa nova escritora, Jaqueline. Vamos conhece-la melhor abaixo com a ficha dela:

Nome: Jaqueline Andrade
Idade: 13
Fandoms: Directioner, Lovatic e Selenator
Fic Inicial: Two Pieces
Assinatura: JaquDirectioner
Facebook: Clique aqui
Twitter: @JaquDirectioner

19/10/2013

Imagine Hot: Demi Lovato, Naya Rivera e S/N

11 comentários:


Naya on:
É final de semana e as coisas só ficam mais chatas que no resto da semana, eu to no meu quarto assistindo TV, aqui tá muito calor e eu to só se sutiã e um short curto por causa disso. Meu quarto fica de frente pro quarto de Demi, minha vizinha super gostosa (sim gente, eu sou lésbica). Bem já que eu não tenho nada pra fazer vou observar ela.
Naya off:
Enquanto isso no quarto de Demi:
Demi estava se sutiã e uma calça jeans super justa e sexy, Demi é bissexual então pode ver ela tanto com homens quanto mulheres, naquele dia ela estava com uma menina, seu nome era S/N e ela estavam se pegando.
Naya podia ver nitidamente o que acontecia no quarto da Demi, ela tava gostando da visão que estava tendo mas não imaginava o que podia acontecer.
Demi on:
Ainda bem que meus pais não estão em casa, da ultima vez que eles quase me pegaram transando com a Selena no porão não foi nada legal. Hoje eu troisse minha namorada S/N pra namorar um pouquinho, aquela menina me excita e de quebra é maior gostosona
Demi off:
Demi parecia estar sozinha, mas chega S/N, elas começam a se pegar e a se beijar, Demi a joga na cama e sobe em cima dela enquanto desabotoa sua calça, elas começam a se beijar e se esfregar uma na outra freneticamente, uma suruba muito excitante.
No quarto de Naya, ao ver aquilo ela automaticamente fica excitada ao ver aquilo e começa a esfregar sua mão por todo seu corpo dando alguns gemidos de orgasmo, começando a se masturbar.
Naya On:
Caralho que excitante, ela ta com outra menina na cama, eu realmente não esperava que ela fosse lésbica, pelo menos agora eu tenho chances.
Naya Off:
Demi estava transando com a S/N loucamente, montada em cima dela, Demi beija seus seios e lambe sua vagina com muito tesão no que faz. Demi é incrivelmente boa de cama, tão boa que S/N goza antes da hora, e a Demi engole aquilo tudinho.
Dialogo On:
- Gozou né safadinha?! – Demi
- Caralho, tu é muito tesuda, não resisti – S/N
- Ahhh é, então me come agora! Vamos ver se você também é boa na cama – Demi
Dialogo off:
S/N joga Demi na cama da mesma forma que Demi fez com ela. Ela começa dando alguns beijos molhados na boca de Demi, passando a dar beijos no pescoço, passando pros seios. S/N começa a chupar os seios de Demi que começa a gemer bastante.
Demi ainda não tinha tirado suas calças completamente, só desabotoadas até o momento. S/N tira a calça dela e a calcinha também e começa a lamber a vagina de Demi que de tanto prazer se contorce toda e geme alto.
Depois de um momento nisso ai, Demi goza e a S/N também engole o gozo dela.
No outro lado da rua, no quarto de Naya, ela continuava vendo tudo aquilo bastante excitada e ainda se masturbando. Ao ver que Demi também já tinha gozado, pensou que as duas já tinham terminado e saiu do quarto pra cozinha pra fazer um pouco de brigadeiro, quando voltou a surpresa: Demi e S/N ainda transavam, ela não resistiu, foi até o guarda roupa, vestiu uma camisa super sexy e transparente e calçou um salto alto preto também, pegou o brigadeiro e levou dentro de uma garrafinha.
Atravessando a rua, ela tocou a campainha da casa da Demi, ela então para de transar, veste um roupão, se arruma mais ou menos e vai atentar a porta, quando abre, vê Naya e acha esquisito vê-la lá, então pergunta o que foi, como reposta, Naya agarra Demi e começa a beijar sua boca com um beijo excitante e gostoso.
Demi então tira o roupão, joga no chão e leva Naya até o quarto.
Dialogo on:
- Então vocês tão brincando né suas putinhas?! – Naya
- Estamos sim, quer se juntar? – Demi
- Agora mesmo – Naya
Dialogo off:
Naya abre a garrafa com brigadeiro dento, e joga na vagina de Demi que tava de pernas abertas, as duas então começam a lamber e chupar a vagina de Demi que agora geme duplamente e diz que elas continuem. As três revezam na parada do brigadeiro.

Depois de um tempo fazendo aquilo, Demi ficou de quatro enquanto chupava a vagina de S/N e por trás, Naya chupando o cú e a buceta da Demi. Depois de um tempo, as três gozaram bastante e se deitaram um do lado da outra e ficaram um tempo conversando de como aquela suruba tinha sido boa, ai então as três foram pro banheiro juntas e se esfregaram mais um pouquinho de baixo do chuveiro, depois disso, cada uma vestiu suas roupas de novo e foram pra casa, e a Demi cuidou de trocar os lençóis e da cama a arrumar tudo por lá.

17/10/2013

Imagine Belieber: Breakaway

Nenhum comentário:


Imagine Belieber: Breakaway (Classificação: LIVRE)

Eu sou (S/N), moro com meus pais na Califórnia, aqui é um lugar bem legal. Tipo... tem praias, gente legal, vários gatinhos mas nem sempre viver nesse “paraíso” que aparenta ser é legal.
Ninguém sabe, mas eu tenho um sério problema com auto-mutilação, as pessoas em minhas escolas são muito más e vivem a tirar gracinhas comigo, me agredir, xingar e fazer coisas assim. Isso dói muito, mas é a única forma de que eu posso me confortar com essa situação. Lembrando que isso é um segredo nosso!
Esses últimos dias até tem sido legal na escola, chegou um menino novo lá, o nome dele é Justin, é muito fofo! O problema é que aquelas cobras da Maria Patrícia e amiguinhas já fisgaram ele.
Esse sábado vai ter um baile de boas vindas pro pessoal da escola, provavelmente eu vá, até que seria legal. Mas o problema é que eu não teria ninguém, mas mesmo assim ainda posso ir e dançar sozinha *-*.

- Na Escola –
S/N On:
Cara, como esse Justin é lindo! Só que talvez ele não me perceba aqui *-*
Ta bom, cala a boca, ele ta vindo pra cara, fica calma e tenta não estragar tudo
S/N Off:

Justin veio a sua direção e se senta ao seu lado, ele em cheroso e seu cora está a mil por hora porque ninguém menos que o menino que você gosta está a seu lado. Ele então percebe seu jeito desajeitado e nerd de ser, ele acha isso muito fofo e então puxa assunto com você.

Dialogo On:
- Oi, meu nome é Justin, e o seu?
- S/N – você o responde gaguejando porque está muito nervosa até mesmo pra falar.
- Prazer, acho que te conheço de algum lugar certo? – Justin
- Sim, somos da aula de espanhol com a senhorita Rivera. – S/N
- Isso, ainda não tinha notado você – Justin
- Normal, acredite, você não é o primeiro a falar isso pra mim J

Justin no meio da conversa, percebe os cortes que você tem nos pulsos e pergunta o que é aquilo, você responde que são simples arranhões do gato e que não é nada normal, pela entonação da sua voz ele percebe que PE mentira e diz: “Olha pra mim, S/N, você é perfeita exatamente desse jeito que você é, não precisa mudar NADA, você é linda e não merece derramar lágrimas e muito menos sangue por pessoas que não merecem nem mesmo um pedaço da sua unha”. Aquilo cai como um conforto e você só passa a gostar mais dele.
Depois de tudo o que ele te disse, os dois ficam em silencio e um clima começa a rolar entre vocês dois, suas bocas se aproximam cada vez mais, e sem resistir vocês se beijam apaixonadamente no meio da escola.
O momento tava sendo mais que perfeito, mas a Maria Patrícia (ex do Justin) viu tudo e ficou com muita raiva, e com isso tudo ela já tinha vários planos malvados pela cabeça.
Depois de uns dois dias, Justin te encontra de novo e te pergunta onde estava porque ele queria muito falar com você mas não te achava, e de joelhos te pede pra ir ao baile com ele, você com lágrimas nos olhos aceita o pedido.
É uma tarefa super difícil escolher com que roupa ir, que maquiagem usar e essas coisas todas, mas você conta com ajuda de sua melhor amiga, Ângela pra escolher tudo. E o vestido, maquiagem, sapatos e tudo mais estão tudo lindo.
No grande dia, Justin está te esperando lá no lugar do baile, você chega deslumbrante, o baile todo para pra te ver entrar  e quando você anda, as pessoas dão espaço, até que você chega a Justin, que te salda co um beijo.
O baile continua rodando e quando vão anunciar a rainha do baile, você é a escolhida, mas quando vai receber a coroa, o grupinho maléfico de Maria Particia joga água sobre você pra que tudo estrague, chateada, triste e chorando você sai do palco e Justin vai junto atrás de você pra confortá-la. Ele pede a sua coroa e vai até Maria Patrícia. Ele a pergunta se quer a coroa, com um sim como resposta, ele joga a coroa sobre a mesa de comida e ela fica toda suja das comidas, mas mesmo assim acha que ta diva com a coroa quando mai parece um zumbi.
Justin consegue uma roupa mais simples pra você, mais mesmo assim linda, pra que você volte pra festa.
Uma surpresa acontece. Justin te leva ao palco e diante a escola inteira te pede em namoro e muito emocionada você aceita.

O fim de Maria Patrícia é ser mais uma dessas flop que toda escola tem que nem ao menos é popular (mas se acha) e você e o Justin acabam como o casal mais popular da escola.

Novas Fics vem aí:

Nenhum comentário:

Isso é OFICIAL e já foi confirmado por todos os Ficwritters que prometeram novas fics. Bem, não se preocupem gente que não vai ser como antes que geralmente não postamos nada.
As novas fics que vem ai são bem legais e algumas com temas completamente inéditos das demais fics postadas aqui, então vamos conhecer:



De Jessie Xavier. Com Onde Direction, Justin Bieber e S/N. AGENTE 7 - A INCRÍVEL ESPIÃ. Conta a história de uma garota quase comum dos Estados Unidos que é espiã e acaba tendo que cuidar da internacionalmente famosa boyband One Direction.
Autora: Jessie Xavier
Personagens Principais: One Diection, S/N
Gênero: Ação
Média de capítulos: --
Tags: Jessie Xavier, Agente 7